5 dicas para aproveitar o Vale do Capão no inverno

13874833_1181882668550907_301593889_n

No último dia 22 de Julho fui junto com alguns amigos conhecer o Vale do Capão, na Chapada Diamantina. Foi uma viagem de 03 dias e eu imaginei até fazer um vlog para compartilhar com vocês, mas não consegui. Eu até tentei, mas no segundo dia fiquei de saco cheio. Precisava aproveitar aquele clima de lá para desconectar um pouco. A internet não contribuia para Snaps, malmente algumas fotinhas o Instagram do @blogofia. Conexão só por WiFi dos estabelecimentos e da pousada, do lado de fora dos quartos, só pra constar. O frio era tanto que eu não conseguia ficar por muito tempo na área social da pousada. Só me atualizava de Whatsapp, conferia as notificações e só. Isso contribuiu muito para meu detox de internet! kkk

Como fomos em pleno inverno, já imaginávamos o clima: frio, frio e frio. Teve uma manhã que bateu 14º com sensação de 10º, porque olha, não estamos acostumados a passar frio, né? Por conta disso não deu para aproveitar as cachoeiras, mas foi uma delícia curtir o friozinho, relaxar e fazer tour gastronômico pelo vale kkk. Por isso separei 05 dicas, a maioria gastronômica, para quem for conhecer o Vale do Capão nesse período!

blog-ofia-vale-do-capão-6

blog-ofia-vale-do-capão

blog-ofia-vale-do-capão-7

Pousada Villa Esperança. O Capão, apesar de ser uma vila, tem inúmeras opções pra hospedagem. Não é difícil encontrar um lugar fofo pra ficar. O clima é todo rústico e a participação da natureza é encantadora em todos os cantos. Percebi que a maioria das pousadas preserva o contato com a natureza mesmo dentro de suas instalações. Um grande exemplo é a Villa Esperança, a pousada que nós ficamos. Pensem numa delícia de lugar! Já queria que fosse a minha casa pra sempre! A sensação que dá é que os quartos (total de 06) ficam dentro de uma floresta encantada, sério. Quando você abre a porta dá de cara com os micos nas árvores, as flores, as borboletas… fora o visual dos morros. As acomodações são bacanas comparado ao valor da diária (R$ 80 por pessoa) e o café da manhã… ahhh, até hoje tenho saudades! kkk

Alfajor do Mercado Cidadela. Essa foi uma descoberta da minha amiga Stela. Uma maravilhosa descoberta, diga-se de passagem. Acho que o alfajor é um clássico lá, víamos em vários pontos, mas o desse mercadinho era sensacional! Todo dia batíamos ponto lá, mas muitas vezes sem sucesso. São super concorridos!! kkk

blog-ofia-vale-do-capão-2

Pizza do Capão Grande. As pizzas do Capão Grande são famosas! Quando se fala em ir ao vale, todos indicam provar as pizzas vegetarianas de lá. Sim, vegetarianas. A maioria dos lugares lá são vegetarianos, mas tem opções “normais” também kkk. Mas ó, vá sem preconceitos. Eu dei uma de “sério que eu vou pagar pra comer pizza de cenoura?”. Saí apaixonada e até hoje sinto o cheiro da bendita (sim, é tudo psicológico!). Fomos 2 vezes jantar lá, durante os 3 que estivemos na vila. O lugar é bem cotado, e não pensem que o cardápio é variado. Eles só dispõem de dois sabores: a pizza salgada (molho de tomate, queijo mussarela, cenoura ralada e molho pesto) e uma outra doce, que não provamos. Pedimos uma família que sai por R$ 55.

“Pizza de Rua” da Allcapãone. Eu amo pizza. É a minha comida preferida! Essa é uma outra opção de pizza vegetariana que o capão tem, só que numa pegada um pouco diferente. A Allcapãone é popularmente chamada de “Pizza de Rua” porque vende na rua. É uma portinha com uma bancada na frente, onde é servido as pizzas. A variedade é imensa e você paga R$ 3 por fatia. Vale super a pena, são deliciosas! Ah, e eles não deixam esfriar. Se você quiser eles dão uma esquentadinha a mais no forno kkk

blog-ofia-vale-do-capão-4

Oxe Restô. Acho que esse restaurante é o mais “chiczinho” do vale. Fomos lá por indicação, sem conhecer o cardápio e os preços. Os pratos são individuais e BEM generosos. A depender da fome, comem 2 pessoas. Ainda servem antes um prato de folhas de entrada para cada um, ou seja: fomos bem servidos! Os pratos são maravilhosos, então vale a pena pagar um pouquinho a mais se puder. Eu pedi uma massa Carbonara que saiu R$ 28.

Alguém aí já foi no Capão e tem uma dica boa que eu não dei aqui? Me contem!

um beijo

;-)

Salvar

Salvar

Salvar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Search stories by typing keyword and hit enter to begin searching.